BIO

A porta aberta. Casa aberta. Aqui é assim, como nas Gerais, minha terra de coração. E assim sempre foi. Fui encantado pela música que habitava minha casa desde a infância: um pai que tocava, compositores que frequentavam e as músicas que lá ouvia.

Depois fui estudar música regularmente, começando pelo violão e pela guitarra aos 13 anos. E faculdade de música erudita, para quem vinha da música popular, e as viagens e pesquisas por Minas Gerais, coração do Brasil, tudo isso foi transformando as fronteiras em horizontes. E assim não sei há muito tempo onde começa uma música e termina outra: popular, étnica, erudita... Sou de todas.

Tive a sorte de trabalhar com Ivan Lins, Milton Nascimento, Dori Caymmi, Toninho Horta, André Mehmari, Tatiana Parra, Hermínio Bello de Carvalho e outros tantos parceiros, colegas de profissão e de crença – pessoas que sempre foram muito importantes na minha formação. O Gil Jardim, que me pegou pela mão e me colocou dentro dos estúdios, dos arranjos, e me instiga sempre a pensar mais fundo e o Ivan Vilela, que é irmão mais velho e tanto me faz exercitar olhar e coração. São pessoas que me dão esperanças e ampliam minha fé.

Nesse trilho entendi que o que eu sei fazer é simplesmente compor, sejam canções, música instrumental, ou compor uma história com músicas de outro, com seus capítulos e sonoridades, e assim vieram as trilhas sonoras, a produção de discos e as técnicas de gravação e mixagem.

Em 2013, me enche de sorrisos ver ficando prontos alguns projetos, como o CD “Amorágio”, do Ivan Lins, do qual participo produzindo e arranjando duas faixas com clima sertanejo: “Atrás Poeira” e “Olhos pra te Ver”, um dos momentos mais emocionantes e criativos que já aconteceram comigo. E também o CD “Naissance”, do baterista francês François Morin, que tive o maior orgulho de fazer, pois pude ousar e usar ferramentas e métodos de compor, arranjar, produzir e mixar, chegando num resultado que me deixou muito feliz, ao lado da minha família musical: André Mehmari e Neymar Dias, ainda com participação do querido parceiro Ivan Lins, da Tatiana Parra, do Sérgio Santos, da Marina Cruz, a querida e linda Léa Freire (viva!), o (novo) amigo Guilherme Ribeiro e outros  especiais companheiros de caminhada.

DO FORNO
Casa aberta, mesa posta! Aqui alguns trabalhos recentes, saídos do forno.

Trilha  para stopmotion “Catástrofe” de Jéssica Nozaki. Assista aqui!

• Esperança - uma composição minha e do François Morin, lindamente interpretada pelo Sérgio Santos (CD Naissance). Ouça aqui!

Trilha Olimpíada de Língua Portuguesa 2012 trilha composta para video de Paulo Baroukh. Ouça aqui!

Versos de Diversos Lugares: um trabalho delicioso de trilhas sonoras e sound design para crianças declamarem seus próprios poemas. Ouça na íntegra os 4 CDs!

• Sertaneja (Ivan Lins e Vitor Martins)
assista ao vídeo da pré-produção de um projeto em parceria com Ivan Lins, Rafael Altério, Neymar Dias, Léo Amuedo, Pedro Altério, Gabriel Altério. Assista!

DO FORNO

Casa aberta, mesa posta! Aqui alguns trabalhos recentes, saídos do forno.


  1. Trilha para stopmotion “Catástrofe” de Jéssica Nozaki. Assista aqui!


Esperança - uma composição minha e do François Morin, lindamente interpretada pelo Sérgio Santos (CD Naissance). Ouça aqui!

  1. Trilha Olimpíada de Língua Portuguesa 2012 trilha composta para video de Paulo Baroukh. Ouça aqui!

  2. Versos de Diversos Lugares: um trabalho delicioso de trilhas sonoras e sound design para crianças declamarem seus próprios poemas. Ouça na íntegra os 4 CDs!


Sertaneja (Ivan Lins e Vitor Martins)

assista ao vídeo da pré-produção de um projeto em parceria com Ivan Lins, Rafael Altério, Neymar Dias, Léo Amuedo, Pedro Altério, Gabriel Altério. Assista!

by: Graziella Widman